• Diana Goulart

Gaslighting - a manipulação disfarçada

Atualizado: Jan 14

Talvez você não conheça esta palavra. Mas certamente já viu acontecer – com alguém próximo ou com você mesma. O termo "Gaslighting" se refere à manipulação intencional do sentido de realidade de alguém. Ocorre quando uma pessoa controla a outra de tal forma que a vítima passa a não acreditar mais em si mesma, duvidando de sua própria sanidade mental. O gaslighter (o abusador) age de forma a desorientar a vítima, destruir sua auto-confiança e sua auto-estima. E nem sempre é fácil perceber quando acontece com você.


O termo gaslighting tem origem no filme Gaslight, de 1944, estrelado por Ingrid Bergman e Charles Boyer. Nele, um marido faz de tudo para sua esposa acreditar que está louca: esconde objetos, então diz que ela perde tudo. Manipula pequenos detalhes do ambiente e depois insiste que ela está perdendo a memória. A casa tem iluminação a gás, e o marido diminui e depois aumenta a intensidade da luz (o controle fica afastado da sala). A esposa percebe o escurecimento das luzes e comenta, mas o marido insiste que ela está apenas imaginando uma mudança no nível de iluminação.


Estatisticamente é mais comum que o homem seja o gaslighter e a mulher seja a vítima. No entanto também acontece de ser o homem vítima e a mulher gaslighter. Pode ocorrer nos casais homosexuais, transexuais e em muitas outras configurações – incluindo relações profissionais no trabalho e entre membros de uma família.


Em janeiro e fevereiro vou postar alguns textos e audios aprofundando este assunto.


# relações tóxicas # abuso psicológico # violência psicológica # manipulação # controle

11 visualizações
  • caixa-postal
  • whatsapp_icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram-NovoIcone-Recorte-293x300